Notícias

Clínica médica popular chega à região do Castelo

Local oferece mais de 13 especialidades médicas, a preços
acessíveis, e garante atendimento humanizado aos pacientes

A demora para ser atendido por um médico especialista nos grandes hospitais de todo o país ou para fazer exames de maior complexidade pelo Sistema Único de Saúde (SUS), aliados ao alto preço dos planos de saúde, tem aumentado a procura pelas clínicas médicas populares. Esse novo tipo de prestação de serviço, ainda muito recente em Belo Horizonte, já está agradando os moradores da capital e vem se tornando referência em qualidade e bom atendimento.

No bairro Alípio de Melo, a Guadalupe Clínica Médica Popular é a única opção nesse tipo de atendimento. Localizada
na Avenida dos Engenheiros, 903, ela oferece mais de 13 especialidades a um preço bastante acessível. Por R$  110,00, por exemplo, é possível marcar uma consulta com um ortopedista. E melhor, sem madrugar em filas ou entrar na lista de espera. Em uma clínica particular, o valor de uma consulta como esta é de aproximadamente R$250,00.

A administradora Gleice Miranda foi quem observou os problemas existentes na área da saúde e decidiu inaugurar a clínica popular na região. Já são cinco meses de muito trabalho e satisfação. Além de qualidade e preço, outra vantagem é a localização, que garante maior comodidade aos pacientes. “Vi que era possível oferecer um serviço de qualidade, com atendimento humanizado, ágil e preço acessível. Não era utopia! Quem está insatisfeito com o SUS e tem dificuldades para chegar a área hospitalar de BH agora têm um lugar para recorrer”, afirma Gleice.
Ela ressalta que o maior desafio tem sido explicar o novo conceito de clínica popular. No entanto, quem compreende as vantagens e atesta a qualidade, não se arrepende. Conforme Gleice, por ser instalada em uma sede própria, a Guadalupe Clínica Médica Popular consegue ter uma redução importante dos custos e, desta forma, manter o serviço de qualidade a preços razoáveis. “Queremos mostrar a nossos pacientes que não é nada aventureiro, inclusive,  estamos oferecendo o Cartão Fidelidade, para que eles tenham a confiabilidade de realizar tratamentos mais longos na clínica”, explica.

Profissionais

Para que o projeto pudesse alcançar os objetivos traçados era fundamental que o corpo clínico estivesse inserido na
mesma linha de pensamento da administração. E a escolha dos profissionais não poderia ter sido melhor. Os  médicos que prestam serviço na Guadalupe Clínica Médica Popular são comprometidos com a proposta de atendimento humanizado, que vai desde a avaliação clínica, até mesmo o compromisso com a agenda. “A clínica fornece estrutura e materiais de qualidade para que possamos desempenhar o melhor trabalho. E é uma obrigação nossa tratar o paciente com respeito e auxiliá-lo para que cure sua enfermidade o quanto antes. É uma satisfação poder trabalhar aqui”, diz a clínica geral Cláudia Marcucci Rocha. O médico-ortopedista Glauber Henrique Ferreira destaca a importância das clínicas populares, principalmente para o atendimento em áreas de grande demanda, como é o caso da ortopedia.
Segundo ele, é comum ouvir casos de pacientes que tiveram de esperar por mais de seis meses na fila do SUS para terem a consulta realizada. “Com a grande dificuldade do poder público em contar com ortopedistas, tem  profissionais que realizam curso de fim de semana e são contratados para atender na área. Um desrespeito
aos profissionais que se dedicam à capacitação e principalmente ao cidadão”.

Satisfação

Mesmo com o pouco tempo de funcionamento a clínica já fidelizou pacientes que fazem questão de divulgar para amigos e parentes o atendimento recebido no local. A advogada Angeline Vidal, moradora no Conjunto Celso Machado, no Serrano, conta que não se arrepende de ter procurado a clínica. Antes mesmo do início dos trabalhos
foi conhecer como seria o atendimento. Marcou a consulta, gostou e levou o restante da família. É uma das pacientes que tem o Cartão Fidelidade. “Sou conveniada a um famoso plano de saúde, mas o atendimento aqui é excepcional. Os cuidados que os médicos e os profissionais têm comigo me faz sentir especial. Tudo é muito bom e, claro, a um ótimo preço”, disse Angeline.
Para a professora aposentada Gerusa Machado, moradora no Castelo, a inauguração da clínica na Avenida dos Engenheiros foi algo que mudou sua vida. Além de não possuir um plano de saúde, quando marcava alguma
consulta médica enfrentava um grande transtorno para conseguir chegar à área hospitalar. Hoje, consegue
fazer seu controle do diabetes bem perto de casa. “Foi uma bênção. Ter este atendimento de qualidade, próximo de casa, e a este preço, realmente é algo maravilhoso. Tomara que muita gente tenha a oportunidade de conhecer a clínica”, conta a professora.

Matéria vinculada ao Jornal do Bairro Castelo.

 


Serviços

Nenhum post foi encontrado!

Gerencie seus Widgets pelo painel administrativo do Wordpress.